Patrocinadores

Share This Post

Economia / Notícias

Henrique Meirelles diz que investidores estrangeiros ainda têm dúvidas sobre recuperação do Brasil.

Henrique Meirelles diz que investidores estrangeiros ainda têm dúvidas sobre recuperação do Brasil.

Henrique Meirelles disse que os empresários e investidores estrangeiros  ainda tem muitas dúvidas sobre a consistência da recuperação da economia brasileira.

Nós Dias 19,20 e 21 de setembro Henrique Meirelles teve sete encontros com investidores estrangeiros em Nova York,alguns desses  encontros foram organizados por bancos americanos

“Não há dúvida [de que ainda há uma desconfiança]. O Brasil está saindo de dois anos e meio da mais longa e mais profunda recessão da história”, disse Meirelles aos jornalistas ao fim da maratona de reuniões.

“É importante que eles ouçam diretamente de nós o diagnóstico de por que o Brasil entrou em recessão e de por que está saindo da recessão”, afirmou.

O ministro disse ter sentido que os investidores precisam “ter mais segurança de que a economia de fato vai crescer, e, portanto, a demanda vai continuar a crescer’.

“Às vezes, eles também querem discutir questões mais especificas de reformas como, por exemplo, a reforma trabalhista”, disse.

Segundo ele, o maior interesse dos investidores são as reformas que “vão aumentar a produtividade” e diminuir a burocracia, como a simplificação fiscal.

PRIVATIZAÇÕES

O ministro disse que há muita atenção dos estrangeiros voltada para o processo de privatizações no Brasil, em especial, da Eletrobras.

“Existe muito interesse não só daqueles que têm algum interesse [direto] nessa área [de energia], mas, principalmente, pelo que isso significa para a economia e o país”, afirmou.

Outra privatização que está atraindo os olhares dos americanos é a da Casa da Moeda, segundo o ministro, “pelo aspecto simbólico”. Mas há interesse ainda pelo setor de infraestrutura —aeroportos, rodovias, portos.

Segundo Meirelles, há uma expectativa de aumento de investimentos estrangeiros, mas isso é um processo “que já está em curso”.

“Não é algo que está parado e de repente virá um ou outro investimento. É um processo em andamento, por isso essas visitas regulares são importantes”, disse.

Após passar por Nova York, Meirelles seguirá para Bruxelas, onde participará de uma reunião da OCDE, e depois para Londres, onde também se encontrará com investidores.

 

Share This Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>